5 atitudes que o Docente precisa aprender para ser valorizado e mudar o nível da sua carreira.

Docente por que você alcançou com tanto sucesso alguns dos seus objetivos, mas não todos? Se você não sabe, você não é o único nessa situação. Até pessoas brilhantes e realizadas têm dificuldade para compreender isso. A resposta intuitiva é você nasceu com alguns talentos e não outros, mas isso é apenas parte da explicação. Na verdade, décadas de pesquisas indicam que as pessoas bem sucedidas alcançam seus objetivos pessoais e profissionais não é só pelo que são, mas quase sempre pelo que fazem.

Mas como você  docente pode melhorar a sua eficácia para alcançar seus objetivos pessoais e profissionais? Separei 5 atitudes das pessoas bem sucedidas que pode ajudar o docente melhorar a sua realidade. (baseado no seu livro “Faça o Trabalho que precisa ser feito, capítulo 2”)

Tudo isso iremos mostrar, a partir de agora, nesse artigo completo sobre o tema.

Vamos ver a seguir quais são elas!

Essas atitudes trata-se de estratégias para estabelecer e perseguir os objetivos que exercem o maior impacto sobre o desempenho.

1-Seja especifico

Sempre ao estabelecer um objetivo para si, tente ser o mais especifico possível. “Correr 2 km” melhor do que correr um pouco, “Perder 2,5 quilos” melhor que perder um pouco de peso, porque quando você é especifico dá uma ideia mais clara do que você quer alcançar, e isso o mantém motivado. Além disso, pense no que você precisa fazer para alcançar o objetivo.

Reservar um tempo para refletir e então ser especifico e expressar exatamente o que quer conquistar impede que você se acomode um pouco e diga a si mesmo que o que fez é “suficientemente bom” e deixa mais claro o caminho que precisa trilhar.

Por exemplo, em vez de se “destacar no trabalho”, estabeleça uma meta mais concreta, como um aumento pelo menos 15 %” ou “ser promovido, no mínimo, ao cargo de Exemplo. Coordenador, dessa maneira fica mais claro como você pode montar seu plano de ação.

2-Escolha o momento certo para agir.

Somos tão ocupados e perseguimos tantos objetivos diferentes que é normal perdermos oportunidades de agir apenas por sermos incapazes de percebe-las. Você realmente não teve tempo para se exercitar hoje? De retornar aquela ligação? Uma grande dica para não deixarmos o momento certo passar, decida antecipadamente quando e onde vai agir. Mais uma vez a importância ser mais especifico possível (Por exemplo,” segunda, quarta e sexta vou me exercitar por 30 minutos antes do trabalho). Os Estudos revelam que esse tipo de planejamento ajuda o cérebro a detectar e aproveitar a oportunidade quando ela surge, aumentando a chance de sucesso em 300%.   

3-Saiba exatamente quanto falta para concluir.

Para alcançarmos qualquer objetivo também é necessário o monitoramento honesto e regular do seu progresso, seja por outros ou por si mesmo. Se não souber como está se saindo, não será capaz de ajustar seu comportamento ou suas estratégias em função do seu desempenho. Verifique seu progresso com frequência a cada semana ou até mesmo diariamente, dependendo da meta estabelecida.

O feedback nos ajuda a manter a motivação porque, no inconsciente, percebemos qualquer discrepância entre o ponto em que estamos e onde queremos estar. Quando o cérebro detecta uma discrepância, ele reage empregando recursos: atenção, esforço, um processamento mais apurado das informações e força de vontade.

A importância de colocar o foco no quanto falta fazer, é ancorado na pesquisa de Koo e Fishback mostram consistentemente que, quando perseguimos um objetivo e pensamos no que já foi feito, temos uma sensação equivocada de realização e começamos a fazer corpo mole esse é o motivo de muitos projetos inacabados. Então foco no quanto falta para concluir.

4-Não se contente em ser bom, busque tornar-se melhor.

Acreditar que você tem capacidade para alcançar os seus objetivos é importante, mas também é bom lembrar que você pode desenvolver novas habilidades. Muitos de nós achamos que inteligência, personalidade e aptidões físicas são características fixas que não importa o que façamos, não vamos aperfeiçoar. Como resultado, estabelecemos objetivos que tem a ver provar que é suficiente apenas termos os talentos, e não com desenvolvimento e aquisição de novas habilidades.

Felizmente, é possível aprimorar habilidades de todos os tipos. Aceitar que você pode mudar vai lhe permitir tomar decisões melhores e alcançar todo o seu potencial. Pessoas que tem intenção de melhorar sempre, não de apenas serem boas no que fazem, sabem lidar com as dificuldades e apreciam tanto a jornada quanto ao destino final.

Algo importante de permissão para errar, quando assumir coisas novas isso o deixará motivado.

5-Concentre-se no que você vai fazer, e não no que não vai fazer.

Se você quer ser promovido, parar de fumar ou melhorar seu temperamento? Então pense em formas de substituir comportamentos nocivos por outros produtivos. A maioria das pessoas concentram seus esforços no que querem parar de fazer e se esquecem de pensar em como compensar as verdadeiras necessidades. Evitar um pensamento o deixa mais ativo na mente.

Ao mesmo tempo acontece com o comportamento; ao tentar não fazer alguma coisa, você tende a querer faze-la ainda mais.

Existem três tipos de planos a fazer.

Plano de Substituição– Fazer exatamente o que o nome sugere substituir um comportamento negativo por um positivo.

Plano de Ignorar– Bloquear sentimentos indesejados, como vontades, ansiedades, inseguranças (se eu tiver vontade de fumar vou ignora-la)

Plano de Negação- Define ações que você não realizará no futuro. Se quiser evitar um comportamento, simplesmente planejará não a executar (Se eu for ao shopping não comprarei nada)

Conclusão

Nesse artigo, mostramos 5 atitudes que fazem uma pessoa bem sucedida, e você  Docente está convidado a colocar em prática essas atitudes para alcançar seus objetivos e te levar para outro nível na sua carreira e na sua vida pessoal.

Gostou do artigo de hoje sobre  5 atitudes que o docente precisa aprender para ser valorizado e mudar o nível da sua carreira .

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que possamos ajudá-lo.

Artigos Relacionados

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments